Newsletter

Eu concordo com a Política de privacidade

Partillha

Facebook TwitterGoogle BookmarksLinkedin

news up2dance jul21

Após a realização de diversos workshops direcionados para novos modelos de gestão e para novas linguagens da dança contemporânea, o Projeto Up2DANCE (Código do projeto: 2019-1-IT01-KA202-007609 / ID Projeto Nacional (CUP): G85G19000110006) deu continuidade ao terceiro encontro transnacional de parceiros, entre 24 e 28 de maio, realizado online e organizado pela Magenta Consultoria Projects (Espanha).

A reunião teve como objetivo acompanhar a implementação do projeto, discutir aspetos financeiros, comunicação e divulgação dos resultados, a análise comparativa, elaborada por Almada - uma resolução de recomendações, que será um dos resultados tangíveis do projeto, a organização do próximo workshop e as próximas atividades.

Todos os parceiros ficaram entusiasmados por receber algumas novas adições à equipa internacional - Alessandro Ameli, do Balletto di Roma, e Joana Casado, da Companhia de Dança de Almada.

Durante a videoconferência foram destacadas as diferenças entre os países em termos de dança. Portanto, sugeriu-se que os documentos produzidos fossem divididos consoante o país.

Para fazer face aos desencontros entre os quadros de qualificação e as figuras profissionais da dança contemporânea, foi necessário estudar a situação de cada um dos países. Foi aplicado um inquérito por questionário aos parceiros do projeto, o que permitiu ao consórcio construir um primeiro esboço de uma análise comparativa da situação das profissões em cada país. Isso serviu de base para desenvolver mesas-redondas com especialistas nacionais sobre cada função profissional.

Destas mesas redondas foram traçadas recomendações de acordo com os temas debatidos considerados mais pertinentes em cada situação nacional, e aqui partilhamos alguns destes destaques.

A principal recomendação que saiu das discussões durante mesas redondas, realizadas na Bulgária, está relacionada com a necessidade do governo reconhecer e categorizar os artistas que atuam na área da dança contemporânea, uma vez que atualmente tal só acontece relativamente aos bailarinos clássicos e de folclore.

Em Espanha, no que se refere às necessidades e competências não contempladas no sistema oficial de formação e aos défices a colmatar, o principal problema no que respeita à situação dos artistas é a falta de um estatuto próprio e sua regulamentação. Este estatuto deverá abranger diferentes realidades, desde trabalhadores autónomos a funcionários em companhias de dança, professores, diretores, etc. Os regulamentos também devem cobrir a transição do aluno para o mundo profissional e tornar essa etapa disponível para todos os alunos.

Na Itália, verificou-se que é necessário definir com precisão as funções visadas, dado que estão intimamente ligadas às competências exigidas, portanto sombreadas e enriquecidas pela experiência prática "no campo", e pela dificuldade atual dos órgãos responsáveis ​​por os certificar.

Em Portugal, a única profissão de dança que está de alguma forma regulamentada (pelo Ministério da Educação) é a de professor de dança, no sistema de ensino. As questões que devem ser abordadas para regular e trazer segurança ao campo profissional relacionam-se com: certificação de professores em diferentes estilos e técnicas de dança; regulação do setor em diferentes contextos; o regulamento para escolas de dança, particularmente durante os constrangimentos da pandemia; estatuto do bailarino; estatuto do trabalhador das artes.

Na Polónia, o tema já foi abordado no que diz respeito aos diferentes contextos de intervenção - educação primária em dança; ensino superior, desenvolvimento de qualificações profissionais; estruturas para o desenvolvimento de dança e coreografia; reconhecimento da Arte da Dança e do estatuto da profissão de coreógrafo.

As profissões da dança na Holanda são bastante regulamentadas por diferentes instituições (Registo Central de Educação Superior, Organização de Credenciamento da Holanda e Flandres - NVAO, União Holandesa para Educação Superior, Ministério da Educação, Cultura e Ciência) dependendo da função e do contexto. Os problemas e necessidades da área da dança têm sido estudados e muito discutidos neste país, resultando em documentos importantes que podem contribuir para o desenvolvimento da área e a unidade no mundo profissional. No entanto, e apesar das muitas diretrizes e coordenação entre os mais diversos profissionais da dança, sustentados por uma forte cultura associativa, foram identificadas muitas necessidades e competências não contempladas no sistema oficial de formação.

Apesar das diferenças entre a área da dança nos diferentes países, o consórcio conseguiu aplicar algumas recomendações a todos os envolvidos no projeto, que serão publicadas e partilhadas com os stakeholders envolvidos.

A implementação do projeto Up2DANCE levou também à realização do Peer Learning Workshop seguinte, que decorreu em Almada, Portugal, pela Companhia de Dança de Almada, entre os dias 5 e 9 de julho.
O workshop consistiu em aulas de dança, debates e brainstorming entre os parceiros sobre o perfil profissional da/o bailarina/o, professor/a de dança e coreógrafa/o.

Mais detalhes em breve!

Up2DANCE
Up2DANCE (2019-2021) é um projeto Erasmus+ que visa harmonizar conhecimentos, competências e aptidões na profissão de dança e na educação em dança a nível europeu. O objetivo é aumentar a mobilidade dos profissionais da dança contemporânea na Europa.

O projeto é executado em parceria entre Balletto di Roma (Itália), Derida Dance Centre (Bulgária), Polish Dance Theater (Polónia), ICK Dans Amsterdam (Holanda), Companhia de Dança de Almada (Portugal) e Magenta Consultoria Projects (Espanha), e é cofinanciado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia.

Para mais informações, siga a página oficial do projeto no Facebook, @up2danceproject.

Contactos

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

2800-163 Almada, Portugal

Tel: +351 212 583 175

E-mail: geral(@)cdanca-almada.pt

Ca.DA Escola

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

2800-163 Almada, Portugal

Tel: +351 212 500 145

E-mail: escola(@)cdanca-almada.pt

Seg. a Sex., 16:00 às 20:00

Quinzena de Dança de Almada International Dance Festival

E-mail: quinzena(@)cdanca-almada.pt

Financiamento

REPUBLICA PORTUGUESA CULTURA branco

dgartes horizontal PB cinza fundos escuros