Agenda

No events

Newsletter

I agree with the Privacy policy

Partillha

Facebook

Sete Dias de Inverno CaDA 637x232

Videodança
Realização de Henrique Pina | Coreografia de Bruno Duarte
Estreia a 6 de março de 2020, no Auditório Osvaldo Azinheira – Academia Almadense, Almada

 

As Saturnais eram festas imperiais que decorriam na antiguidade Romana em adoração a Saturno, deus da agricultura.
Durante sete dias do mês de dezembro, Roma transformava-se e as normas sociais eram invertidas, em celebração da liberdade e de um novo ano agrário.
O espírito dessas festividades passou de povo em povo, transbordou fronteiras e permanece séculos mais tarde sob vários nomes e formas, adornadas pelos costumes de quem as acolheu.
Nas vilas de Trás-os-Montes, no norte de Portugal, os rituais em louvor à liberdade, à juventude e aos deuses pagãos transportam o simbolismo de outros tempos. Uma celebração à vida que se propaga pela multidão.
E o povo dança.

 

Realização: Henrique Pina
Coreografia: Bruno Duarte
Interpretação: Bruno Duarte, Carlota Sela, Francisco Ferreira, Joana Puntel, Luís Malaquias, Mariana Romão, Raquel Tavares
Direção de fotografia e gradação de cores: Lee Fuzeta
Guarda-roupa: Nuno Nogueira
Assistente de câmara e operação de drone: Nuno Magalhães
Edição: Henrique Pina
Chefe de produção: Luís Malaquias
Assistente de produção: José Pacheco
Produção: Companhia de Dança de Almada em associação com Moonway Films

Agradecimentos: Maria Luísa Dias, José Manso

Apoio: Junta de Freguesia de Pitões das Júnias, União das Freguesias de Aveleda e Rio de Onor

 

Sobre os autores:
Henrique Pina (Lisboa, 1987), é licenciado em Film & Screen Practice, na University of Roehampton, Londres (2008). Entre 2009 e 2012, trabalhou em publicidade, como editor e assistente criativo de realizador, em produtoras como Krypton Films e Take it Easy. Realizou e produziu a curta-metragem “Tejo” (2011), com Filipe Duarte, Rosa do Canto, Miguel Seabra, Ana Bustorff e Adriana Moniz, filme premiado nos Prémios ZON: Criatividade e Multimédia e semi-finalista na competição internacional do Festival CinemadaMare (Itália). Foi um dos quatro realizadores portugueses convidados a produzir uma curta-metragem para exibição no Lisbon & Estoril Film Festival, dando origem ao filme “Transeunte” (2011). Corealizou e editou o documentário “Gerações Curtas!?” de José Vieira Mendes, filme convidado do Curtas Vila do Conde, exibido no Shortcutz Lisboa e na RTP em 2012. Realizou e produziu “O Mundo Cai aos Bocados (e ainda assim as pessoas apaixonam-se)” (2014), com Albano Jerónimo, Joana Solnado, António Victorino d’Almeida, José Wallenstein, David Almeida e Miguel Borges, curta-metragem vencedora do prémio de Melhor Ficção Nacional no Porto 7 - Oporto International Short Film Festival (Portugal). Em 2016, fundou a produtora Moonway Films. Realizou e produziu a longa-metragem “Aires Mateus: Matéria em Avesso” (2017), com Teresa Alves da Silva, documentário inspirado pela obra dos arquitetos Aires Mateus. Entre 2014 e 2019, produziu e realizou vários filmes publicitários para marcas como CCB, IKEA, FOX, Fitness Hut, O Espaço do Tempo, Magners, Revista Gerador, Sotheby’s, Hendrick’s Gin, NATO, Grant’s Whisky, My Story Hotels, Seaside e Banco Montepio. Atualmente, encontra-se a produzir e realizar o filme “Body-Buildings”, com a participação de seis coreógrafos portugueses, tendo lugar em seis locais de arquitectura de relevo mundial.

Bruno Duarte é mestrando em Ensino em Dança e licenciado em Dança, pela Escola Superior de Dança (ESD) de Lisboa. Em 2011, foi aluno ERASMUS na ArtEz-Institute for the Arts , na Holanda, onde concluiu o plano “Minor Dancer”. Foi bailarino e intérprete nas companhias Grupo Experimental de Dança (2011/2) e Quórum Ballet (2013). Integra a Companhia de Dança de Almada desde 2013. Foi coprodutor e intérprete nos vídeodança “P48” (2012), apresentado na 20ª Quinzena de Dança de Almada, e "5" (2013), apresentado nos festivais Caldas Late Night (Portugal), L'art difficile de filmer la danse (Bélgica) e InShadow (Portugal), no qual ganhou o prémio de melhor vídeodança em concurso - escolha do público. Como criador, apresentou as peças “Metamorfose” (2011/2), para a Culturgest, numa parceria com a ESD, “someone else ago” (2013), para o programa BOXNOVA do Centro Cultural de Belém, “L’Veltro” (2016), em cocriação com Elson Marlon Ferreira, e para a Companhia de Dança de Almada, "Riot" (2014), "Dentro do Abraço" (2016), "Gaveston" (2016), “Fobos” (2017), “A Invenção da Resposta” (2018), em cocriação com Luís Malaquias, “SubRosa” (2018) e Inverno (2019). Participou em workshops e seminários de Mikael Fau e Pauline Journé (França), João da Silva (Brasil), Siri Dybwik (Noruega), Jack Gallagher (EUA) e David Zambrano (Venezuela), entre outros. Lecionou workshops em locais como o Beijing Dance Theatre (China), Giro8 Companhia de Dança (Brasil), FreeDance (Croácia), DNA (Portugal), entre outros. É professor convidado da Escola Superior de Dança (2016 e 2019), professor na Ca.DA Escola, e coreógrafo convidado no Projecto Quórum. Foi distinguido com o prémio Almada Artes - Jovem Talento, do Concurso Jovens Talentos 2019, promovido pela Câmara Municipal de Almada.

Contactos

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

2800-163 Almada

Tel: +351 212 583 175

Fax: +351 212 500 524

E-mail: geral@cdanca-almada.pt

Ca.DA Escola

Rua Manuel de Sousa Coutinho, 11

2800-163 Almada

Tel: +351 212 500 145

E-mail: escola@cdanca-almada.pt

Seg. a Sex., 16:00 às 20:00

Quinzena de Dança de Almada International Dance Festival

Financiamento

REPUBLICA PORTUGUESA CULTURA branco

dgartes horizontal PB cinza fundos escuros